segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Brasília vai esquentar

Ao chegar em casa fiquei assustado com o que vimos em Brasília hoje. Ter a bolsa subindo e o dólar caindo já não chama tanta a atenção, agora, ver distintos senhores, como Collor e Calheiros, partindo pra cima de um verdadeiro símbolo do que sobrou de bom no Senado, Pedro Simon, é de assustar... Não só pela atitude, mas pela forma. Cara e bocas impagáveis.

De tudo que andei zapeando, quem me deu mais motivos para publicar este post foi o Noblat (aliás, ando devendo atualizações do "Diário de um Pai"- segue tudo bem). Lembrei-me que naquela época eu era petista.


Collor defende Sarney

Imperdível!!
O senador Fernando Collor (PTB-AL) faz veemente defesa de José Sarney (PMDB-AP). Logo ele que se elegeu presidente em 1989 dizendo as piores coisas a respeito de Sarney.
Ninguém disse sobre um presidente no exercício do cargo o que Collor disse sobre Sarney.
Recordar é viver: quando Collor cobrava de Lula o apoio que Sarney lhe dera (debate na tv; eleição presidencial de 1989). E a defesa que Lula fez há pouco de Sarney.

2 comentários:

Cristina Ferreira disse...

Nem acredito...
Meu Deus, quanto tempo...muito tempo mesmo! Que bom ver você e saber que está tudo bem. Meu Deus, Bruno? Que saudades da ETFES! Ainda tenho contato com a Akemi e Helysangela. Parabéns pelo Antonio e que Deus continue abençoando sua vida. Um grande abraço,
Cristina Ferreira.

Elerson disse...

Olá Cristina... Faz tempo mesmo. Eu e o Bruno sempre aparecemos por aqui.
Também sinto muita saudade daquele tempo. Já que o post foi sobre Brasília, não custa lembrar que foi naquela época que fomos às ruas tirar um presidente.
Deixe meu abraço para para as meninas. Escreva-me por e-mail para que possamos nos encontrar quando eu for com a família em Vitoria. Beijos.