segunda-feira, 14 de maio de 2012

O uso do iPad no trabalho




Algumas pessoas me perguntam se realmente faço uso do iPad no trabalho. Me vêem de um lado para o outro na empresa ou em visitas ao cliente e pensam, às vezes, que a idéia é mais impressionar do que efetivamente utilizar.
Não é bem assim e o que estou vivendo nos últimos dias dá uma idéia. Bastam um bom Tablet, o que pra mim significa um iPad, bons aplicativos, boa conexão de internet e alguma intimidade com o processo.

Amanhã terei duas reuniões importantíssimas de apresentação dos resultados dos projetos que tomo conta. Daquelas que quanto mais respostas eu tiver na hora, melhor. Tivemos até algumas reuniões de preparação com equipes distintas (Finanças, Segurança, etc)...
Agora me perguntem quantas linhas de caderno foram anotadas? Nenhuma! Lembrem-se que desde que comprei meu primeiro iPad não uso caderno.

Durante as reuniões de preparação utilizo o Evernote (uma das Apps mais famosas para iOS e Android) para fazer anotações em áudio e por escrito. Se necessário tiro fotos (o novo iPad tira excelente fotos) de anotações feitas a mão por outras pessoas em cadernos ou quadros. Assim garanto que nada, nenhuma informação, ficará para trás.
Durante minhas viagens ao Rio ou até mesmo no trânsito no trajeto casa-escritório-casa ouço os áudios e vou fixando números, relembrando ações que ficaram em aberto e medidas que ainda preciso tomar. Está tudo lá.

Na empresa recebo os drafts dos "Power Points" para preparar as versões finais.
Utilizo os sistemas e bancos de dados da empresa (que por enquanto não acesso via VPN no iPad, mas sei que este dia vai chegar) para gerar relatórios em PDF, DOC e XLS e os salvo do desktop diretamente no meu Dropbox... Com isso consigo parar de pensar no grande dia e foco nas inúmeras tarefas que ainda merecem atenção.

Ao chegar em casa, já posicionado no sofá reinicio os preparativos. Aqui entra a boa conexão de internet (e deixo um parênteses para o Vivo Plus que hoje bateu 5 mega de velocidade por aqui - o dobro de minha operadora de TV a cabo)... Acesso o Dropbox a partir do iPad, baixo os arquivos que preparei com as análise e os abro cada um na App mais adequada (Pages, Numbers e o também excelente GoodReader).
Pega uma informação daqui, anota uma coisinha dali e, pouco a pouco, as versões definitivas vão tomando corpo no Keynotes.
O destaque que dei ao GoodReader vem do fato que consigo (além de abrir diversos formatos) revisar os PDFs fazendo anotações no próprio arquivo, destacar textos, abrir caixas de diálogo, desenhar, etc e ao final vai tudo pra nuvem...

Ouvindo as reuniões de preparação, revendo anotações, estudando os fatos e dados e montando "Power Points" sem que eu esteja sentado na minha mesa pode ser considerado uma graça. No sofá da minha casa então... E ainda tenho o bônus que minha impressora em casa é sem-fio. Está a um clique de distância.
Sem dizer que se precisar revisar o material de 6-7-8 meses atrás não vou precisar folhear páginas e páginas de cadernos antigos. Bastará um ou outro "find" e estará lá! Simples assim...

Agora me digam: vale ou não vale a pena trabalhar com o iPad? Se pensam que impressiona apenas no "visual", imaginem quando perceberem o diferencial de sua preparação.

Ah! Percebam que escrevi este post no BlogPress para iPad... Já estou deitado. Amanhã o dia será longo. Esse iPad...

- Posted using BlogPress from my iPad

2 comentários:

Adrianakju disse...

É iBoss. Tempos modernos. Gostei do post ;) abração!!

Elerson Nogueira disse...

Oi Dri,
Estamos nos falando mais por aqui do que no escritório... Obrigado pela visita. E mais uma coisa: vê se põem seu Tablet pra trabalhar.