sábado, 22 de março de 2008

Salvador - Bahia


Meu sumiço nos últimos dias se deve a um motivo especial. Fiz uma viagem de negócios à Salvador, Bahia.
Foi um período bastante cansativo (saímos de Macaé na quarta no início da noite e chegamos na sexta pela manhã), mas por sorte, a ida de um cliente para outro me obrigou a passar por praticamente toda orla, além de uma esticada no Pólo Petroquímico de Camaçari.
A hospitalidade baiana me lembrou a mineira, salvo o peculiar sotaque. Sei que o mineiro é mais desconfiado, mas isso não o atrapalha em ser hospitaleiro.
Minha impressão da cidade foi muito positiva. Na verdade, se me dissessem que Salvador é do jeito que vi, uma cidade de tradição e crescimento fortes, não acreditaria. Ficaria só com a tradição...
Não desci do carro pra andar por lugar nenhum que não fosse as empresas visitadas e uma excelente churrascaria na Praia de Itapuã, mas o que vi de mais bonito foi de graça e não precisei sair do carro pra ver: um pôr-do-sol lindíssimo nas proximidades do Farol da Barra. Parabéns Salvador...
Do ponto de vista de negócios vi um forte movimento de expansão no setor petroquímico do Pólo e na construção civil da cidade.
Conheci uma pessoa muito especial, Enoque. Um professor de inglês que também pinta quadros, que também cozinha (especialidade em comidas asiáticas), que também entende de vinhos, que também... Uma pessoa daquelas que fazem a vida valer a pena.
Ele também estuda artes e discutimos bastante sobre o prédio que ilustra este post. Um centro empresarial perto de onde jantamos (cheguei a sonhar com a construção na vôo de volta).
Espero passar mais tardes em Itapuã...

2 comentários:

Tia disse...

Olá Elerson,

me deculpe invadir assim o seu blog, na verdade digitei o nome do professor enoque no google e surgiu a sua página. Talvez vc possa me ajudar, preciso com urgência fazer aulas de inglês e me indicaram ele, mas eu não tenho nem número e nem e-mail dele.
Vc pode me mandar por em-ail? Muito bom o comentário sobre Salvador, fico feliz em saber que as pessoas se sentem tão bem nessa cidade.
Um abraço e obrigada

Elerson disse...

Olá Tia. Fique à vontade. Sua visita é sem bem-vinda. Tenho condições de conseguir o contato do Enoque sim, mas preciso de um contato seu pra te enviar. Tentei acessar seu Profile no Blogger e não deu certo. Abraço.