sábado, 2 de agosto de 2008

US$15,500,000,000 - O PREJUÍZO DA gm


O prejuízo da GM no trimestre (atenção: 3 meses) foi de US$15,5 bi. Escrito dessa forma pode passar uma idéia diferente de quando colocamos todos os zeros, como fiz no título. É muito dinheiro? É claro que é!
Equivale ao faturamento anual da a quarta maior empresa do Brasil em 2007, a AMBEV, de acordo com o Anuário MELHORES E MAIORES da Revista Exame recentemente publicado. É US$1 bi menor que o faturamento da Volkswagen, a 3a colocada.
O que essas empresas demoram um ano pra vender numa das maiores economias do planeta, a GM perde em 3 meses. 99,2% das 500 maiores empresas do Brasil não conseguem faturar os US$ 15 bi em um ano... Impressionado?! Imagine os acionistas da GM! Que vai ficando pequenina diante da crise (por isso as letras minúsculas no título).

Segundo analistas o fato é isolado e nos próximos trimestres as perdas (que já são dadas como certas) serão menores. Coitado do Ray Young, atual CFO (Chief Financial Officer) da GM Corp. Depois de uma passagem de sucesso pelo Brasil como presidente da operação local, o japa gente boa foi alçado à posição de principal executivo financeiro da montadora, justo no pior momento da história.

Resta esperar... Foi um baita erro de estratégia, não tenho dúvida, continuar produzindo beberrões em momentos como o que passamos. O mercado americano foi dando sinais durante anos que poderia mudar suas preferências (e parece ter mudado). Agora, a empresa mesmo sabendo o que precisa fazer (produzir menos "carrões" e entrega mais "carrinhos"), está às voltas com mudanças no parque de produção e toda cadeia de fornecimento que levam tempo. Talvez tempo demais... Tomara que não.

Um comentário:

Elerson disse...

Comentário do meu amigo Marcos Cesar do ifrs.zip.net

Já tinha visto a notícia sobre o "derrame" da GM neste último trimestre, não sei se comentei com você que prestei serviços para a GM (na malfadada parceria GM/ Fiat e para GM isoladamente) durante cinco anos até janeiro deste ano, a situação parece vir se degradando desde o desfecho trágico do "negócio" com a Fiat (pelo menos é minha opinião) e agora só está confirmando a tendência, a GM é um grande mamute, forte, porém pesado e lento que caminha acorrentado, para entender o problema GM só participando de uma reunião (Gol fast, Big meeting etc, etc, etc.....) com intenção de mudar qualquer procedimento, mesmo para melhor, as coisas se arrastam eternamente até todos os envolvidos perderam completamente a motivação ou se desviarem do objetivo principal para acabar logo com o assunto interminável, mesmo com tudo isto ainda acho que a GM tem pessoas que podem virar a mesa, o Sr. Ray Young (Chinês Canadense) fez um excelente trabalho na GM Brasil, além de ser pessoalmente muito bacana e acessível (aprendeu português e falava muito bem nosso idioma), espero que ele tenha força e prestigio para contornar esta grave situação.

Abçs


Marcos Cesar
Contador
www.ifrs.zip.net